Hoje é o Dia Mundial da Fotografia!

Por isso, decidimos destacar todas as imagens participantes à “Foto da Semana” da zOOm – Fotografia Prática.

Bons cliques!

—–

Autor: Helder Torres
Corrida contra o tempo
Canon 450D . 11mm . f/13 . 1/20″ . ISO 100
Neste dia (da foto), reparei que o céu tinha algumas nuvens, o que é ideal para se fotografar o pôr do sol. Agora só tinha que sair a horas do emprego e ir a correr para casa, preparar o material e deslocar-me até à praia do Abano, na excelente companhia da esposa. O desafio era “meter-me” na praia a horas de fotografar o pôr do sol, passando pelas filas do IC19. Lá programei o GPS – segundo as informações do mesmo chegaria ao destino 15 minutos antes do sol partir. Lá fui eu seguindo as instruções e atento à estrada. Na estrada (de terra batida), de acesso à praia do Abano, para variar tinha de apanhar um caramelo que raramente passava dos 10 km/h. Chegando ao destino tinha pouco menos de 5 minutos para me despedir do sol. E aqui fica o resultado.

—–

Autor: Cristina Mestre
Florescer
Nikon D90 . 52mm . f/10 . 1/125″ . ISO 200
Desde sempre que me habituei a fotografar com luz natural ou com o flash da câmara, por vezes em controlo remoto, consoante o efeito pretendido, ou a orientação da luz. Este ano, pela primeira vez entrei em estúdio para fotografar. Adorei a experiência e tenho-a repetido! No estúdio o meu poder de criação é bem maior. Não estou limitada à paisagem, ao pormenor…essas composições já lá estão, não são criadas por mim. Embora possam ser muito bonitas e dar excelentes fotos, já tudo existe. Apenas escolho o ângulo, a hora do dia, a orientação da luz, o modo de edição… Situação idêntica se passa com o retrato de rua. No estúdio não, no estúdio sou eu que crio a fotografia. Começo por escolher ou ajudar a escolher o vestuário e os acessórios dos modelos. Uma maquilhagem mais arrojada ou mais simples, se quero apenas acentuar a beleza própria ou criar um visual completamente diferente. Decido qual o fundo que se pode adequar melhor ao trabalho que pretendo fazer, as posturas e sobretudo a luz. A colocação da luz faz toda a diferença. Faz criar ambientes variados e, ainda que com o mesmo modelo, o resultado é sempre diferente. O uso de objectos ajuda a compor o cenário. Fascina-me ainda mais fotografar crianças. Depois de optar pelas minhas escolhas tento criar empatia e fazer com que elas se soltem, que fiquem completamente à vontade para que me vão dando tudo o que preciso para uma fotografia natural e alegre, o que me agrada bastante. São momentos que me dão muito prazer.

—–

Autor: Jorge Manuel Luís
Óbidos
Nikon D90 . 18mm . f/9 . 1/320″ . ISO 200
A foto que envio esta semana é de Óbidos, onde passei uns dias este verão. Num passeio pelas muralhas reparei neste ângulo, gostei e aqui mando o resultado, espero que gostem.

—–

Autor: Marco Machado
Escada para o mar
Canon 1000D . 50mm . f/1.8 . 1,3″ . ISO 400

—–

Autor: Ruben Ferreira
Corrida
Nikon D60 . 18mm . f/16 . 1/60″ . ISO 100
Esta foto é de uma corrida de galgos, onde tentei fazer um panning.

—–

Autor: Nuno Sousa
Farol de Felgueiras
Canon 400D

—–

Saiba como participar aqui!