[Nuno Sá / Veolia Environnement Wildlife Photographer of the Year 2011]

Fotografia de Tubarão Azul ao largo dos Açores deu ao fotógrafo português Nuno Sá uma menção honrosa na edição de 2011 do prestigiado prémio de fotografia da vida selvagem. Imagens do concurso de 2010 estão em exibição no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, Universidade de Lisboa, até 30 de Dezembro de 2011.

Foram anunciados os vencedores do Veolia Environment Wildlife Photographer of the Year 2011, um dos mais prestigiados concursos de fotografia da vida selvagem de todo o mundo. O fotógrafo português da vida selvagem Nuno Sá obteve um “alto louvor” com a fotografia “Racing blue” na categoria “The Underwater World”. Esta fotografia pode ser apreciada na página oficial do concurso.

Tirada ao largo da ilha do Faial, nos Açores, esta fotografia exibe um tubarão azul. O objectivo do fotógrafo foi “mostrar a beleza deste predador de topo”. Julga-se que o tubarão azul é ainda abundante, apesar de se suspeitar  que a sua população se encontre em declínio rápido devido à captura anual de cerca de 20 milhões de exemplares.

A exposição relativa ao prémio da edição anterior intitulada Veolia Água Fotógrafos da Natureza 2010, encontra-se actualmente em exibição no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, Universidade de Lisboa. Até 30 de Dezembro, os visitantes podem apreciar as melhores imagens da vida selvagem deste prémio internacional, um dos mais conceituados na área da fotografia da natureza.

—–

Veolia Environnement Wildlife Photographer of the Year é de propriedade do Museu de História Natural e pela revista BBC Wildlife