A Panasonic lança a nova Lumix GX7, um novo modelo da série Lumix G de câmaras digitais sem espelho, de qualidade e design exclusivos.

Oferecendo a mais elevada qualidade fotográfica num corpo sólido de liga de magnésio, este modelo é a opção ideal para os fãs de fotografia e profissionais. Assim, a nova Micro Quatro Terços da Panasonic destaca-se por oferecer maior qualidade de imagem, inclusive em ambientes pouco iluminados, dispõe de controlos manuais e criativos que permitem aos utilizadores personalizar as suas fotografias e vídeos. O modelo incorpora, além disso, o primeiro visor integrado rebatível até 90 graus numa câmara sem espelho, o que garante a melhor fotografia a partir de qualquer ângulo.

À primeira vista destaca-se o corpo de magnésio  e um design neo-retro muito cuidado que demonstra que a GX7 é uma câmara de alta qualidade em todos os aspetos.

A GX7 obtém imagens incríveis capturando todos os detalhes ao seu redor devido à excelente resolução,  ao processsamento da imagem e à reprodução da cor.  É possivel tirar o máximo partido do novo e evoluído sensor digital Live MOS de 16 megapíxeis e do novo processador Venus Engine, sendo que as imagens processam-se com grande nitidez inclusive em situações de pouca luz,  melhorando assim os resultados em relação à GX1, a sua antecessora. Deste modo, com o novo modelo é possível selecionar uma sensibilidade até 25600 ISO.

O sistema de contraste AF oferece excelentes resultados tanto em relação à velocidade como à precisão, graças à velocidade da câmara e objetivas de 240fps.  Uma grande variedade de funções AF, incluindo AF para ambientes de pouca luminosidade, AF Pin-point e AF de disparo único, permitem a captura  de fotografias numa grande variedade de situações.

Uma das funções que mais se destaca na nova GX7 é o visor rebatível a 90 graus, que permite ao utilizador desfrutar de um novo ângulo de visão para uma utilização mais flexível. O visor, com uma resolução equivalente a 2764k,  reproduz a 100% o espaço de cor do RGB adobe para garantir elevada sensibilidade em todo o tipo de situações. O ecrã tátil de 3 polegadas e 1040k de resolução é também rebatível para cima e para baixo.

Além disso, a GX7 permite o uso do obturador  de alta velocidade 1/8000,  para um resultado melhor com as lentes de alta velocidade. O estabilizador de imagem (tão efetivo como o MEGA O.I.S. nas lentes DSLM convencionais) está integrado no corpo da câmara, o que permite usar com outras objetivas clássicas que o fotógrafo tenha, de uma forma fácil. Este modelo é compatível ainda com o Focus Peaking  para um controlo do foco mais preciso.

O novo modelo da Lumkix G da Panasonic inclui também a gravação de vídeo Full HD 1920 x 1080,  a 50p (Hz), com saída AVCHD progressiva ou MP4 e com som estéreo. Sendo a gama LUMIX G conhecida por oferecer maior qualidade de vídeo que o resto das câmaras intermutáveis, o novo modelo volta a apresentar melhorias neste sentido. O AF e o Tracking AF também podem ativar-se para a gravação de vídeo. O vídeo a 24p com aspeto cinematográfico, com um bit rate de um máximo de 28 Mbps ou o modo P/A/SM, oferece um resultado de grande  expressividade e uma qualidade excelente. A qualidade de gravação em vídeo melhorou consideravelmente devido ao novo sensor digital Live MOS. Os utilizadores também podem gravar som de alta qualidade com o Dolby  Digital.

A GX7 incorpora a função de fotografias panorâmicas criativas, o disparo em time lapse (retardador), a animação em Stop Motion ou o Retoque Selectivo, além de mais de 22 filtros criativos. A animação Stop Motion, que permite criar vídeos a partir de imagens, e a função Retoque Seletivo, que permite eliminar detalhes indesejados nas fotografias, são funções que se aplicam depois da captação das fotografias e na mesma câmara.

Através da ligação Wi-Fi e do sistema de conetividade NFC (Near Field Communication), os utilizadores podem ligar a câmara a qualquer smartphone ou tablet, o que torna mais simples a partilha de vídeos e fotografias. Além disso, ambos os dispositivos (smartphone ou tablet) podem ser usados como comandos remotos multifunções para visualização das ações em direto. Com a função Transferência Instântanea, as fotos podem ser enviadas automaticamente para os dispositivos móveis ou tablets logo depois de serem captadas. Por outro lado, as fotografias e os vídeos podem ser armazenados, por exemplo, num computador, de forma automática e através de um ponto de acesso à internet sem fios em casa (router).

Qualidade de imagem sem precedentes com o novo e melhorado sensor Live MOS de 16 megapixéis e o processador Venus Engine
O novo sensor Live MOS de 16 megapixéis da Panasonic consegue uma melhor qualidade de imagem e mais sensibilidade com menos ruído em comparação com a GX1. O fotodíodo correspondente a cada pixel da imagem é maior devido à integração da tecnologia de semicondução, que melhora a saturação da cor em aproximadamente 100%, e os chips das lentes que melhoram a condensação da luz para uma melhoria de aproximadamente 10% da sensibilidade da luz. Além disso, a produção de ruído é minimizada tanto nos circuitos de pixéis como na leitura do circuito do sinal digital para melhorar o ratio S/N em aproximadamente 25%.

O processador Venus Engine, por seu lado, inlcui os mais avançados sistemas de redução do ruído. Aumentando o controlo do nível de ruído, a zona de controlo aumenta aproximadamente 64 vezes. Isto torna possível a eliminação de grandes áreas de ruído, que eram difíceis de detetar e ajuda a obter fotografias suaves e definidas, especialmente em fotografias noturnas. Além disso, o multiprocessador de ruído trabalha em duas fases permitindo um controlo mais preciso do seu nível. A diferenciação da textura e do ruído melhorou consideravelmente independentemente do seu tamanho, como resultado obtém-se peles suaves inclusive em sensibilidades altas.

Além disso, o novo design otimizado do recém integrado processo de filtro de reprodução dos detalhes melhora a resolução limite até um máximo de 3% e o contraste do alcance médio alto até 5%. O controlo inteligente D-range oferece  alcance dinâmico mais amplo ao mesmo tempo que mantém a progressão de gradação graças ao processamento de sinal de alta precisão.  Eliminando tanto a subexposição como a sobre exposição, todo o ambiente desde as áreas mais iluminadas até às mais escuras, são reproduzidas fidedignamente. A combinação do sensor digital Live MOS e o processador Venus Engine conseguem uma maior reprodução dos detalhes tornando possível a captura de imagens mais nítidas inclusive em situações de pouca luz, além de oferecer uma sensibilidade máxima de 25600 ISO.

O melhor resultado AF entre todas as câmaras digitais sem espelho
Todas as câmaras LUMIX G da Panasonic integram um sistema de foco por contraste. Em comparação com o sistema AF por deteção de fase, o sistema AF por contraste oferece maior precisão, especialmente nos disparos com objetos luminosos e com um valor F pequeno. O novo modelo da gama também oferece o AF de alta velocidade (light speed AF), que torna possível a captura nítida de objetos que se movem a alta velocidade. Não só a precisão, mas também a velocidade AF supera as câmaras Reflex de alta qualidade com foco por diferença de fase. A câmara e as lentes mudam o sinal digital até um máximo de 240 fps, minimizando assim o tempo de foco. A GX7 consegue fazer uma série de disparos a uma velocidade de 5 fps na máxima resolução (16MP) até um máximo de 40 fps usando o obturador eletrónico. A função tracking AF também permite o disparo consecutivo de objetos em movimento como foco nítido a 4,3 fps.

O Low Light AF, muito popular nos modelos G6 e GF6 também está integrado neste modelo, tornando possível focar um objeto de uma forma mais precisa num ambiente noturno inclusive sem iluminação de ajuda para o foco. Esta função melhora ainda os resultados para situações de pouca luz -4EV que são equivalentes à escuridão de um céu estrelado sem nenhuma outra fonte de iluminação.

Além disso, o AF Pinpoint foi melhorado para conseguir entre 3 e 10 aumentos com um engrandecimento de 0,1x. O AF de disparo único permite fixar o foco de forma automática no sujeito e posteriormente acabar de ajustar em modo manual (MF).

A nova GX7 integra uma resposta de alta velocidade pretendida nas câmaras digitais sem espelho, demora aproximadamente 0,5 segundos para estar pronta para disparar após ligar o aparelho. A compatibilidade com o cartão de memória SDXC/SDHC de ultra alta velocidade (UHS-I) permite uma gravação de dados mais rápida inclusive usando o formato RAW. Os utilizadores poderão usar o protetor ocular DMW-EC1 (acessório não incluído) um adaptador elástico que facilita a visualização inclusive para utilizadores que usam óculos.

O visor rebatível até 90º, a forma flexível e inovadora de captar fotografias
A GX7 da Panasonic integra um visor rebatível de 90º com uma resolução equivalente a 2764k, pela primeira vez numa câmara digital sem espelho*, uma reprodução da cor de aproximadamente 100%**. O ecrã de 16:9 tem um aumento aproximadamente de 1.39X/0.7x (equivalente à câmara de 35mm) e 100% de área de visão. Este visor oferece um ângulo extraordinário de visão para fotografias únicas, além de um sensor que deteta o olho permitindo ligar ou desligar de forma automática dependendo das ações do fotógrafo. O sensor AF começa a focar bastando para tal olhar através do visor, para não se perder nenhuma fotografia.

A visualização através do visor ou através do ecrã da câmara muda automaticamente devido ao sensor, que inclui ainda outras opções para a sensibilidade que pode ser alta, baixa ou estar desligada, para evitar que se ligue de forma involuntária quando se usam as funções do ecrã.

O ecrã LCD tem um tamanho de três polegadas e uma resolução aproximada de 1040k, também rebatível, alcançando até 45 graus de inclinação para cima e até 80 graus para baixo. O painel frontal está diretamente fixo no novo LCD tátil evitando a capa de ar intermédia, como resultado, os reflexos de luz externa reduzem consideravelmente. Além do aumento de aproximadamente 13% na resolução e melhoria da reprodução da cor em mais 20%, o ecrã da GX7 assegura uma maior visibilidade, inclusive em ambientes no exterior com muito sol. A luz de fundo é minimizada para conseguir um ângulo de visão mais amplo e uma poupança de energia em 25%.

Para uma maior sensibilidade e uma resposta mais rápida, a nova GX7 melhora a função Touch Pad AF. Assim, a opção AF permite aos utilizadores focar imediatamente o objeto bastando para tal tocar o ecrã e é possível até disparar ao mesmo tempo. Para assegurar o ponto de foco, o utilizador pode aumentar a zona de foco com a ponta dos dedos.

Maior conectividade via Wi-fi através do sistema NFC
A nova câmara digital da Panasonic integra conetividade Wi-fi (IEEE 802.11 b/g/n) com tecnologia NFC (Near Field Communication) para oferecer uma experiencia de utilização mais flexível e a possibilidade de partilhar fotografias instantaneamente e de forma simples. Todas estas opções de captação de imagens, revisão e partilha são possíveis graças à GX7 e à aplicação Image App da Panasonic para smartphones e tablets com sistema operativo iOS ou Android.

A objetiva LEICA DG NOCTICRON 42.5mm/F1.2
A Panasonic lançou diversas objetivas que seguem os mais elevados standards de qualidade de lentes LEICA, incluindo a LEICA DG SUMMILUX de 25mm/F1.4 ASPH e a LEICA DG Macro-ELMARIT de 45mm/F2.8 ASPH./MEGA O.I.S. Actualmente a empresa está a trabalhar na LEICA DG NOCTICRON 42.5mm/F1.2 uma objetiva que pretende ser uma das objetivas intermutáveis de quatro terços mais luminosas.*

O conceito “NOCTICRON” foi inicialmente desenvolvido para uma nova geração de lentes que mantêm os seus elementos lendários como o diâmetro maior. A lente LEICA DG NOCTICRON 42.5mm/F1.2 consegue uma maior luminosidade F1.2 para uma objetiva intermutável micro quatro terços, convertendo-se assim numa objetiva de grande diâmetro, mas com grandes resultados das lentes NOCTICRON.

Produto disponível a partir de Setembro.