[Clique para ver imagem da capa da edição do dia 28/07/2011]

As boas notícias são para ser dadas com o devido destaque. E foi isso que o jornal New York Times fez ao anunciar, com pompa, o regresso ao trabalho do seu fotojornalista João Silva.

O português, que trabalha para diário americano há 15 anos, sofreu um acidente em Outubro do ano passado, quando a explosão de uma mina, no Afeganistão, que custou ambas as pernas.

Dez meses depois, o fotógrafo português está de volta ao trabalho com a ajuda de próteses e de uma bengala que João Silva manuseia com destreza, de modo a não interferir com a qualidade das suas fotografias: sempre que precisa da mão direita para fotografar, passa a bengala para a esquerda. Prioridade à câmara, pois claro.

O fotógrafo português, a residir na África do Sul, admite que ainda não se movimenta como quer, mas mantém-se optimista: “Lá chegará o dia em que poderei correr. Mas por agora posso andar”.

Um exemplo de perseverança, que mereceu o reconhecimento público do New York Times. O jornal fez questão de assinalar o regresso do seu fotojornalista, publicando em primeira página uma fotografia de João Silva.